WordPress e i18n

Conteúdo em Português do Brasil/ Brazilian Portuguese!

 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Integer nec odio. Praesent libero. Sed cursus ante dapibus diam. Sed nisi. Nulla quis sem at nibh elementum imperdiet. Duis sagittis ipsum. Praesent mauris. Fusce nec tellus sed augue semper porta. Mauris massa. Vestibulum lacinia arcu eget nulla. Class aptent taciti sociosqu ad litora torquent per conubia nostra, per inceptos himenaeos.

Curabitur sodales ligula in libero. Sed dignissim lacinia nunc. Curabitur tortor. Pellentesque nibh. Aenean quam. In scelerisque sem at dolor. Maecenas mattis. Sed convallis tristique sem. Proin ut ligula vel nunc egestas porttitor. Morbi lectus risus, iaculis vel, suscipit quis, luctus non, massa. Fusce ac turpis quis ligula lacinia aliquet.

Mauris ipsum. Nulla metus metus, ullamcorper vel, tincidunt sed, euismod in, nibh. Quisque volutpat condimentum velit. Class aptent taciti sociosqu ad litora torquent per conubia nostra, per inceptos himenaeos. Nam nec ante. Sed lacinia, urna non tincidunt mattis, tortor neque adipiscing diam, a cursus ipsum ante quis turpis. Nulla facilisi. Ut fringilla. Suspendisse potenti. Nunc feugiat mi a tellus consequat imperdiet. Vestibulum sapien. Proin quam. Etiam ultrices.

Olá, quarenta!

Acho aniversário uma coisa bem sem graça. Nada comparado a quando eu era criança, que eu achava o máximo! Tinha festa, família, amigos, presentes e bolo garantido para a semana toda. Mas fazer quarenta anos é algo como um marco histórico, né?!

Não por causa daquele velho blablabla de que a vida começa aos quarenta, mas sim porque é mais uma década completa que estou aqui, alegre e saltitante, pela Terra.

MEMÓRIAS DURAM PARA SEMPRE

Em 2006 perdi um grande amigo que conhecia desde pequena. Estudamos juntos e depois meio crescemos juntos. Moramos na mesma rua, compartilhamos experiências, risadas e amigos. A família dele era normal comparada com a minha, e de bônus eu tinha três irmãos e um cachorro. Ele era o mais velho dos três e também completaria 40 anos nesse ano, só tinhamos 6 meses de diferença. Ele foi morto em um assalto em Janeiro de 2006.

Cada ano que passa, eu sempre penso que é um ano a mais sem ele e fico imaginando o que ele estaria fazendo, qual seria a aparência dele e hoje até imagino que estaria super ansioso para ver no cinema a nova versão do Power Rangers!

E naqueles dias cinzas, quando a nuvenzinha desce, pensar que pelo menos eu estou aqui vivendo, sinto que é meio que meu dever viver minha vida e aproveitar cada raio de sol, cada ventinho batendo, cada paisagem nova que eu tenho o privilégio de ver, porque ele não está aqui para fazer essas coisas.

Esse ano também teve um nó na garganta extra: primeira vez que faço aniversário sem minha avó por perto. A sensação é bem estranha, como um pedacinho do quebra-cabeça que se perdeu e não volta mais.

me and my grandma

PARA RESUMIR

Até pensei: ugh! 40 anos já! Mas daí lembrei que nem todos chegaram até aqui, então engoli o mimimi, botei minha roupa de Mulher Maravilha e fiquei pronta para mais um ano.

“Negar sua idade é negar que você tenha sobrevivido.”  – Nikki Giovani

p.s.: o cartão foi presente da minha amiga Carol, e claro, eu amei! 😀